Blogagem Coletiva: Consumo Consciente

Soube dessa ‘blogagem coletiva’ pela Sam Shiraishi através do post: Consumo Consciente e a proposta é ‘pensarmos no quanto o consumo consciente poderia fazer diferença na realidade que vivemos’.

Do nada me surgiu o tema ‘fralda descartável’, que é o maior absurdo do lixo na face da Terra e ao mesmo tempo é a mais incrivel invenção da humanidade pra mães ocupadíssimas. Aí pensei em dar uma dica prática de mudança de hábito.

Bebês são uma gracinha! Mas fazem toneladas de cocô e litros de xixi todos os dias…Pesquisei e encontrei esses dados absurdos, preste atenção:

-uma criança utiliza 5500 fraldas durantes seus primeiros 2 anos de vida;

-fraldas levam em média 450 anos em sua decomposição nos lixões;

- 5 árvores abatidas para 5500 fraldas descartáveis;

- em média, 2% do lixo recolhido em SP correspondem à fraldas descartáveis = 260 toneladas diárias de fraldas descartáveis

- um bilhão de árvores são usadas, no mundo inteiro, por ano, para suprir a indústria de fraldas.

- no processo de branqueamento da polpa de madeira para fabricação do papel há liberação de dioxinas.

Fonte: Baby Slings

Apenas 27% das crianças de 0-30 meses no Brasil usam fraldas descartáveis, mesmo assim são descartadas:

- 204 fraldas por segundo

- 12. 240 fraldas por minuto

- 734.400 fraldas por hora

- 17.625.600 fraldas/dia

Fonte: Fralda de Pano

Confesso que mesmo minha filha usou fraldas descartáveis POR PURO DESCONHECIMENTO MEU DE QUE AS FRALDAS DE PANO NAO SAO MAIS COMO ERAM ANTIGAMENTE. E olha que super navego na internet, converso com outras mães e nunca vi sequer um anúncio ou alguma recomendação dos novos modelitos mudérnos.

Esses dados mesmo que encontrei, nunca havia lido nada tão concreto e que me desse tanto medo de um monte Everest de fraldas sujas, usadas e em lenta decomposição…

Recentemente soube que tem modelos lindos anatômicos já com calcinha embutida, são práticas, econômicas e ecológicas, clica aqui e veja.

E essa coisa de ter mais peças pra lavar também não é desculpa porque afinal quem tem baby sabe que são cestos de roupas todo dia, certamente as fraldas não farão tanta diferença, mas sim economia.

Efetivamente nos chá(tos) de bebê ao invés de darmos pacotes e pacotes de fraldas descartáveis podemos dar fraldas de pano ‘pós-contemporâneas’!!!!

Ah..existem também as fraldas biodegradáveis que depois de sujas podem ser despejadas na privada e tchau! Mas são caras pra uso diário! No site do fabricante tem toda info: gDipers

Acho que de vez em quando não tem crime usar fraldas descartáveis comuns, mas no dia a dia uma substituição, nem que seja parcial, ajudaria muito o planeta do seu filho. De que adianta ele usar cobertura ’sempre seca’ se o mundo for ficar ’sempre seco’ também?

***
Se quiser participar desse movimento informativo e reflexivo sobre consumo sem devastação do mundo aqui tem toda explicação pra você replicar alguma coisa ‘que preste’! E ainda concorre a ingressos pra ir na Campus Party!

Bookmark and Share

1 comment so far ↓

#1 E os ingressos do #cparty vão para… | Sam Shiraishi on 01.06.09 at 4:27 pm

[...] Liliane Ferrari   [...]

Leave a Comment