Operação Sorriso

Recebi da Lucia Freitas (@lufreitas) uma mensagem do Projeto AMPLA que busca 125 crianças que tenham seqüelas como: lábio-leporino e fenda palatina para realizar GRATUITAMENTE a cirurgia de reparação.

Se você conhece alguém que se encaixe nos casos acima, por favor, informe o telefone da AMPLA
(21) 2562-2822 ou o site http://www.operacaosorriso.org.br

E divulgue em seu blog tbém.

Há algo nessa história de lábio leporino sempre me ronda. Por toda minha infância meu pai teve farmácias e quando eu ficava com ele indo pra lá e pra cá sempre perguntava detalhes sobre todos os casos e patologias que aparecessem pessoas para comprar remédios. Nunca fui uma menina medrosa ou que se impressionava com coisas como sangue que aliás vi milhares de vezes, eram pessoas entrando ensanguentadas para fazer curativos… acho que por isso sou até bem fria pra assuntos de ’sangue’.

Eu aprendi muito sobre tratamentos e era bem instrutivo, eu gostava de saber essas coisas como nomes de remédios, órgãos do corpo, efeitos dos medicamentos mas mesmo assim eu não fui para a área de biológicas, como assim? nem eu entendo.

Meu pai sempre me explicava as doenças sem floreio, era pá-pum. Me lembro como se fosse hoje, eu perguntando sobre o que tinha o menininho e estava com a boca e o lábio com uma cicatriz imensa e dessa vez eu estaba bastante impressionada! e meu pai me explicou: - ele fez cirurgia para corrigir o lábio leporino, que só conserta com cirurgia, o nome certo tbém é fenda palatina, palato é céu da boca, é como se tivesse um buraco, sem separar boca e nariz aí o médico vai lá e separa direitinho.

Fiquei muito impressionada com isso e sempre, sempre, sempre SÓ via milhares de casos desses por onde fosse.

Outro caso bem impressionante foi na época em que a Luisa tinha uns 7 meses e eu havia voltado a trabalhar na Oca no Ibirapuera. E em uma semana encontrei no ônibus por mais de 3 vezes em trajetos e horários diferentes um pai carregando um bebê de colo, do mesmo tamanho da minha e que esmolava por dinheiro para pagar uma cirurgia de lábio leporino para o filho. Os dois estavam pessimamente vestidos, sujos, cansados e o bebê ainda usava sonda pra se alimentar. Casos que a gente (EU não sei) não sabe como agir, se dá a grana, se não dá…..Numa das vezes que os vi, desci no ponto seguinte chorando porque aquela cena era too much for me, numa outra dei 2 reais, outro dia não dei nada. Se soubesse da AMPLA teria encaminhado. Olha que linda a missão deles “Reparar deformidades faciais em crianças e jovens através da criação de uma ponte entre a ajuda humanitária voluntária e o patrocínio de indivíduos e empresas socialmente responsáveis buscando ampliar a auto-suficiência no tratamento do lábio leporino e da fenda palatina nas diversas regiões do país. Nenhuma criança deve viver com uma deformidade facial corrigível.”

Assista a esse video com imagens da World Journey of Smiles 2007

Bookmark and Share

3 comments ↓

#1 Eduardo on 02.25.09 at 7:35 am

Lili,

Essa iniciativa maravilhosa deveria se extender para outras necessidades humanas, porque nenhuma criança deve viver com nenhuma deformidade corrigível, seja ela física ou intelectual.

Percebemos isso ainda mais quando somos pais, porque queremos orientar e ajudar nossos filhos a crescerem fortes pra superarem as deformidades herdadadas da sociedade.

Parabéns querida.

#2 Elisa Maria Campos on 07.07.09 at 5:17 am

Bom dia,Liliane! Na verdade essa iniciativa é da Ong Operação Sorriso, e a Ampla nos ajudou na divulgação. Fazemos esse trabalho no mundo todo e estaremos no Rio em agosto, dias 6 e 7 no Hospital do Fundão.

O telefone de contato também não é esse, mas (21) 7152-3855. Ou do escritório em SP (11) 3443-1710 .

Muito obrigada pela ajuda na divulgação!

Elisa Maria Campos

#3 catia adriana de paiva on 07.13.09 at 4:26 pm

Gostaria de saber como funciona a marcaçao de consultas e se tem uma idade para a criança fazer a cirurgia? Obrigada!

Leave a Comment